Vinho Salamanca do Jarau Cabernet Sauvignon 2018 - Routhier & Darricarrère

Amadurecimento: Doze meses em barricas de carvalho francês de segundo e terceiro uso. A fermentação ocorreu com o uso de leveduras indígenas. 

Visual: Cor rubi intenso, brilhante.

Olfato: Aromas complexos de frutas negras, como mirtilo e ameixa, nós moscada, pimenta preta, cedro, algo terroso e um toque de menta.

Paladar: Seco, corpo médio, taninos aveludados, acidez presente, persistente.

Harmonização: Cordeiro ou cubos de filé ensopado, filé ao molho madeira, vaca atolada, rabada.

Curiosidade: A princesa "Teniaguá" ilustra o rótulo, desenhado pelo artista plástico gaúcho Gelson Radelli. Ela é um dos personagens principais do conto "A Salamanca do Jarau", do escritor pelotense João Simões Lopes Neto.

História da vinícola: Jean Daniel e Pierre Darricarrère, uruguaios de origem francesa, foram conquistados pelo Brasil e decidiram ficar. Escolheram a cidade de Rosário do Sul, na Campanha Gaúcha, onde começaram um projeto frutícola. Mais tarde o canadense Michel Routhier, interessado nas bergamotas, que eram exportadas para o seu país, se associou ao projeto. Em 2002 fundaram a vinícola, com o sobrenome das duas famílias sendo dado ao vinhedo, no entanto, ganhou tanta força que a vinícola passou a ser reconhecida por este nome.

Vinho Salamanca do Jarau Cabernet Sauvignon 2018 - Routhier & Darricarrère

R$169,90 R$149,90
Vinho Salamanca do Jarau Cabernet Sauvignon 2018 - Routhier & Darricarrère R$149,90
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Vinho Salamanca do Jarau Cabernet Sauvignon 2018 - Routhier & Darricarrère

Amadurecimento: Doze meses em barricas de carvalho francês de segundo e terceiro uso. A fermentação ocorreu com o uso de leveduras indígenas. 

Visual: Cor rubi intenso, brilhante.

Olfato: Aromas complexos de frutas negras, como mirtilo e ameixa, nós moscada, pimenta preta, cedro, algo terroso e um toque de menta.

Paladar: Seco, corpo médio, taninos aveludados, acidez presente, persistente.

Harmonização: Cordeiro ou cubos de filé ensopado, filé ao molho madeira, vaca atolada, rabada.

Curiosidade: A princesa "Teniaguá" ilustra o rótulo, desenhado pelo artista plástico gaúcho Gelson Radelli. Ela é um dos personagens principais do conto "A Salamanca do Jarau", do escritor pelotense João Simões Lopes Neto.

História da vinícola: Jean Daniel e Pierre Darricarrère, uruguaios de origem francesa, foram conquistados pelo Brasil e decidiram ficar. Escolheram a cidade de Rosário do Sul, na Campanha Gaúcha, onde começaram um projeto frutícola. Mais tarde o canadense Michel Routhier, interessado nas bergamotas, que eram exportadas para o seu país, se associou ao projeto. Em 2002 fundaram a vinícola, com o sobrenome das duas famílias sendo dado ao vinhedo, no entanto, ganhou tanta força que a vinícola passou a ser reconhecida por este nome.